Os reflexos da crise gerada pelo coronavírus nas empresas em recuperação judicial

0

Diante da crise provocada pela pandemia do coronavírus, empresas em recuperação judicial se veem numa situação ainda mais delicada: o descumprimento dos planos acordados com os juízes pode levá-las à falência. Isso fez com que, no fim de março, o Plenário do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) aprovasse a publicação de uma portaria que orienta os juízes a flexibilizarem as regras dos processos de recuperação judicial. Um projeto de reforma da Lei de Recuperação Judicial e Falências também vem sendo rediscutido: seu texto pode ganhar novos pontos para abrigar medidas específicas para atender à situação gerada pelo novo coronavírus.

Em entrevista ao vivo ao Legislação & Mercados, portal de conteúdos jurídicos para a área empresarial da Capital Aberto, advogados discutem os impactos da crise sobre essas as empresas, o que o governo tem feito para amenizar esses efeitos e quais alternativas as companhias têm para evitar a falência.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.